Quem somos ?

A Rede Africana da Campanha de Educação para Todos (ANCEFA), criada em 2000, é uma rede continental constituída por coligações ou redes de educação independentes, actualmente, em 39 países de África.
A ANCEFA existe para promover e desenvolver as capacidades das organizações da sociedade civil africana, para defender e promover o acesso à educação gratuita de qualidade para todos, de acordo com os ODS, Educação 2030 e CESA 16-25.

A ANCEFA cumpre sua missão estabelecendo redes e coligações de educação da sociedade civil para partilhar informações e aprendizagens, resolver questões de interesse, influenciar políticas e construir parcerias sustentáveis em África e além. As prioridades da ANCEFA são:
– Promover educação de qualidade, relevante e inclusiva para todas as crianças africanas;
– Financiamento Sustentável para a Educação;
– Transparência e prestação de contas;
– Estabelecimento de um ambiente propício ao ensino e à aprendizagem;
– Mecanismos de capacitação institucional e desenvolvimento de parcerias.

Visão da ANCEFA

A ANCEFA visa uma África alfabetizada e empoderada, onde a Educação de Qualidade para Todos é uma realidade desfrutada por todas as crianças, jovens e adultos, sem quaisquer obstáculos.

Missão da ANCEFA

A ANCEFA existe para melhorar a capacidade da Sociedade Civil Africana, para promover de forma eficiente e eficaz o acesso universal a uma educação de qualidade inclusiva e equitativa e oportunidades para a aprendizagem ao longo da vida para todos, assim como o desenvolvimento, através de campanhas, advocacia, redes, desenvolvimento de parcerias e de pesquisa e da mobilização de recursos.

Cobertura mediática

Metas e objectivos

  • Apoiar o surgimento de redes vibrantes da sociedade civil, coligações e alianças que se empenhem, fundamentalmente, na educação de qualidade inclusiva e equitativa e nas oportunidades de aprendizagem para todos os processos a nível local, nacional, regional e internacional.
  • Facilitar a mobilização de recursos locais e externos, planeamento e utilização para a provisão da EPT e da agenda pós-2015 em África e para assegurar que todas as crianças em África recebem uma educação de qualidade.
  • Monitorar os recursos públicos para uma melhor oferta da educação como um direito básico fundamental e uma educação inclusiva e equitativa de qualidade em África.
  • Estabelecer e gerir um sistema robusto e eficiente de gestão de informação de educação, para partilhar informações e melhores práticas.
  • Desenvolver mecanismos para a construção de consenso sobre as prioridades da EPT em África e utilizá-los para a advocacia conjunta e influência política na esfera sub-regional, regional e internacional.
  • Participar na educação e mobilização cívica, na formação jurídica e na educação geral para a vida, na educação ambiental, na educação para a paz e cidadania, no que se refere à EPT e à agenda educativa pós-2015 e outros assuntos relacionados com a oferta educativa em África.
  • Fortalecer a capacidade de diálogo sobre políticas públicas e análise crítica com outros actores de plataformas internacionais.
  • Estimular uma liderança madura e dinâmica da sociedade civil, que responda às aspirações das respectivas nacionalidades, de modo a capacitar as pessoas para se organizarem para o direito à educação, tanto para si como para os seus filhos.
  • Estabelecer e apoiar um Instituto Regional para a Aprendizagem ao Longo da Vida e outros centros de excelência na promoção do desenvolvimento de competências inovadoras.
  • Interagir com organizações e profissionais individuais, que realizam trabalho semelhante para alcançar as metas e os objectivos da Rede.
  • Realizar qualquer actividade que permita à ANCEFA alcançar as metas e os objectivos definidos nos seus Estatutos.
  • Angariar fundos de qualquer fonte legal com o propósito de cumprir as metas e objectivos da ANCEFA.
  • Realizar pesquisas para a influência política com base em evidências e documentar boas práticas para informar um diálogo estruturado.
  • Estabelecer uma parceria estratégica com os Media, incluindo o uso de redes sociais para melhorar as estratégias de influência política.

Nossos parceiros